Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
20/06/2022

SEMENTES - Aprenda como cultivar

Você já imaginou o que tem dentro das sementes?
As partes da semente dependem de cada espécie, mas algumas estruturas estão presentes em todas elas. O tegumento é a parte mais externa, chamada também popularmente de casca. Todas as sementes têm esta estrutura, como forma de proteção, auxiliando na conservação das estruturas internas e do próprio embrião.

O Embrião como o próprio nome diz, possui as células responsáveis pela formação da nova planta.
Ele é decorrência da fecundação da flor, que dá origem à nova planta. Caso a semente esteja com o embrião danificado ou mal-formado, a semente não irá germinar como esperado normalmente.

As sementes possuem reserva energética (amido e outros açúcares, óleos e proteínas) para auxiliar na durabilidade natural antes de serem semeadas e até durante a germinação e emergência para fora do solo.

Tamanho das sementes


Sementes menores como as de hortaliças, possuem pouca reserva e devem ser cultivadas em terra com pouca profundidade. Os vasos, jardineiras e canteiros devem ter profundidade total com base na característica de raízes de cada espécie. De forma geral, quanto maior a planta, mais profundas são suas raízes. Por isso, podemos até fazer a semeadura em bandejas ou células sementeiras, mas posteriormente devemos fazer o transplante ou seja, mudar a plantinha para o local definitivo.
Os problemas mais comuns em sementes são grãos trincados ou quebrados (decorrentes da seca excessiva e danos mecânicos), grãos doentes (por infecção de fungos, bactérias ou outros patógenos), sementes carunchadas (que tiveram ataque de insetos broqueadores ou gorgulhos), sementes “vazias” ou que não tiveram a formação normal durante a maturação fisiológica. De forma geral as melhores sementes possuem colocação uniforme, são “pesadas” e germinam com facilidade.
As sementes que possuem dormência, precisam passar por processos para quebra da dormência ou encontrarem condições favoráveis para a germinação (quiescentes). São estratégias de auto-proteção natural das espécies.

Germinação


Os protocolos mais comuns de germinação envolvem combinações específicas de teor de umidade + temperaturas específicas. As faixas de temperaturas amenas (de 20º a 25º) são suficientes para a germinação de muitas sementes. Na presença de água, a semente inicia a germinação, por isso as embalagens de sementes são hermeticamente fechadas, sem a presença de ar.
Podemos fazer a germinação em superfícies planas, como pratos ou potes com um papel-toalha ou pedaço de tecido, formando os famosos brotos ou grãos germinados.

Sementes de milho-pipoca podem ser cultivadas como graminha para alimentação de gatos. Já os grãos de feijão podem servir de experiências para crianças e também adultos. Mas você sabe o que fazer depois que a semente germina e a plantinha nasce?
A partir da emissão das primeiras folhas, a planta passa a depender da energia da fotossíntese, pois as reservas do embrião já foram consumidas até o momento. Por isso o local deve ter sol. A planta cresce formando novas folhas e também novas raízes, usando água e ar para as trocas gasosas.
A terra não pode ficar seca nem extremamente molhada, pois pode apodrecer as raízes.

A qualidade da semente é decorrência de uma série de fatores.
A validade do lote de sementes diz por quanto tempo podemos manter as sementes no pacote fechado, sem perder ou comprometer a qualidade do embrião.

Qual terra utilizar?


substrato utilizado nos vasos deve oferecer ar, água e nutrientes para as plantas, além de sustentar a planta. Terras muito compactadas, impedem o crescimento saudável das raízes.

Como fazer a adubação?


Logo após a semeadura, não precisamos nos preocupar com a adubação, pois o substrato possui os níveis necessários de nutrientes para as primeiras semanas. Assim que as plantas tiverem cerca de 10 centímetros (ou cerca de um mês após a germinação) podemos realizar a primeira adubação. A adubação deve ser feita conforme as informações específicas de cada produto, conforme constam no rótulo do mesmo (dosagem, frequência e forma de aplicação). Você pode aplicar a dose mais fraca do que o recomendado, ou seja, mais diluído ou em menor quantidade, jamais o contrário. Ao adubar em excesso acabamos comprometendo o crescimento da planta e queimando as raízes.

Este é um bom adubo para sua horta!

De quanto em quanto tempo posso fazer a colheita?


As colheitas realizadas mais precocemente, ou seja, no início do cultivo, podem incentivar a planta a rebrotar e aumentar a quantidade de ramos e folhas. Ao fazer a colheita, evite arrancar folhas da parte de baixo da planta. A forma mais indicada é cortar os galhos. Logo abaixo do ponto de corte, irão brotar novos ramos. Desta forma podemos definir o formato e a arquitetura da planta, mantendo-a mais compacta, com menor porte, ou mais alta, com ramos distribuídos igualmente ao longo da planta.
Para estimular o crescimento ou a regeneração de uma planta que está fraca, podemos fazer uma poda mais drástica, cortando a 2 centímetros da base da planta. Lembre que a planta deve estar recebendo a luz e a quantidade de água de acordo com sua espécie, para conseguir esta recuperação. Evite trocar os vasos de lugar com condições de luz muito distintas (exemplo: mudar do sol para a sombra e da sombra para o sol).

Qual o local ideal para o vaso?


Os temperos, hortaliças, flores comestíveis, ervas, chás e plantas alimentícias em geral, devem ser cultivadas sob a luz chamada “sol pleno”. Isto significa que o ambiente deve receber pelo menos 4 horas de sol direto na planta, diariamente.

Quais as espécies que germinam mais rápido?


Rabanete - pode germinar de 1 a 3 dias e completa seu desenvolvimento perto dos 30 dias de cultivo, quando podemos colher os rabanetes na terra.
Rúcula - pode germinar em 1 ou 2 dias e sua colheita pode ser realizada desde os primeiros brotinhos verdes (chamada de baby leaf) ou durante todo o ciclo da planta. Após o desenvolvimento completo da fase vegetativa, a planta inicia o período reprodutivo, onde ocorre a floração, com pendões que posteriormente formarão as novas sementes. Isto ocorre em menos de 6 meses. Peça já as suas!

Posso plantar mais de uma espécie no mesmo vaso?
Devemos levar em conta alguns fatores para plantio de mais de uma espécie no mesmo vaso. O tamanho do vaso, da planta e hábito de crescimento da espécie são os principais parâmetros para decidir por um plantio de única espécie ou cultivo consorciado, ou seja, com mais de uma planta no mesmo vaso.
É fundamental que as plantas tenham espaço para seu desenvolvimento individual e que suas características sejam semelhantes.
Um exemplo de cultivo individual é a Hortelã - devido ao seu amplo crescimento lateral e formação de estolões (estruturas para se espalhar pelo vaso).

COMO SEMEAR NO VASO RAIZ

ALECRIM
Espaçamento: Cada semente pode originar uma planta, por isso você pode semear de 3 a 5 sementes por vaso e depois da germinação, escolha a muda mais forte para continuar o cultivo. Se cultivar na jardineira, faça a semeadura a cada 5 cm, e depois de 1 mês, recomendamos que sejam mantidas de 3 a 5 mudas.
Época preferencial para semear: todo o ano
Dias para germinação: 28 a 35 dias
Profundidade de semeadura: sobre a terra, levemente enterrada (no máximo 0,5 cm).
Tempo para colheita: Você pode colher durante o ano todo, sempre usando uma tesoura e cortando as pontas dos galhos. Assim a planta rebrota e continua crescendo.
Partes da planta utilizadas: ramos, folhas e flores. Chás, infusões e incenso natural.
Mantenha a terra sempre úmida para incentivar a germinação das sementes. O vaso deve estar em ambiente com sol pelo menos 4 horas por dia.
Para a reposição dos nutrientes e boa adubação da planta, aplique a cada 30 dias o adubo de sua preferência, seguindo a dose e modo de aplicação conforme o rótulo do produto.

AGRIÃO
Espaçamento: para baby salad, semear cerca de 100 sementes por vaso. Para cultivo de planta adulta, de 1 a 3 sementes por vaso.
Época preferencial para semear: todo o ano
Dias para germinação: 5 a 10 dias.
Profundidade de semeadura: sobre a terra, levemente enterrada (no máximo 0,5 cm).
Tempo para colheita: todo o ano.
Partes da planta utilizadas: folhas, de qualquer tamanho, baby salad ou planta adulta.
Mantenha a terra sempre úmida para incentivar a germinação das sementes. O vaso deve estar em ambiente com sol pelo menos 4 horas por dia.
Para a reposição dos nutrientes e boa adubação da planta, aplique a cada 30 dias o adubo de sua preferência, seguindo a dose e modo de aplicação conforme o rótulo do produto.

ALFACE MIMOSA
Espaçamento: para baby salad, semear cerca de 100 sementes por vaso. Para cultivo de planta adulta, de 1 a 3 sementes por vaso.
Época preferencial para semear: todo o ano
Dias para germinação: 7 a 12 dias.
Profundidade de semeadura: sobre a terra, levemente enterrada (no máximo 0,5 cm).
Tempo para colheita: o ano todo.
Partes da planta utilizadas: folhas, de qualquer tamanho, baby salad ou planta adulta.
Mantenha a terra sempre úmida para incentivar a germinação das sementes. O vaso deve estar em ambiente com sol pelo menos 4 horas por dia.
Para a reposição dos nutrientes e boa adubação da planta, aplique a cada 30 dias o adubo de sua preferência, seguindo a dose e modo de aplicação conforme o rótulo do produto.

 

A semeadura deve ser feita na época favorável para cada espécie (esta informação consta nos rótulos das sementes).