Cultivar

Cuidando da Horta

Publicado em 07.06.2023 |
Visualizações
128 visualizações

Cada planta possui diferentes demandas para o cultivo. Algumas tomam mais água do que outras, tem aquelas que só duram um ano e aquelas que ficam mais bonitas com o passar do tempo, as que devem pegar sol e as que só gostam de claridade.

como cuidar da horta

Os temperos, ervas, chás, frutíferas e hortaliças devem pegar sol todos os dias, pelo menos durante 4 horas por dia.
As plantas de folhas fininhas como alecrim, tomilho e orégano demandam menos água que as de folhas largas, como hortelã, manjericão e alface. Lembre de verificar se a terra está seca antes de reabastecer o reservatório. 

Você sabe identificar se as suas plantas estão bem cuidadas?

Vamos aos sinais de planta saudável:

Folhas verdes - com aspecto normal:
Quando as folhas da plantas estão com aspecto visual "normal", sem manchas, sem lesões e sem insetos, é sinal de que a planta não apresenta nenhum problema de pragas ou deficiência nutricional. 
As folhas são a principal fonte de energia para a planta, pois através da energia luminosa, acontece a fotossíntese, e formação de novos tecidos. Aí vai o segundo sinal "verde".

Brotações crescendo saudáveis:
Para emitir novas folhas, flores e frutos, a planta usa suas reservas e muitas vezes pode ficar fraca. Você deve repor este investimento, através da adubação. Escolha um adubo da sua preferência e aplique conforme recomendam as instruções do rótulo (lembre de diluir e aplicar frequentemente). Alguns adubos podem ser misturados na terra ou diluídos na água da irrigação. 

As plantas precisam de pelo menos 10 nutrientes para ter equilíbrio metabólico e desenvolvimento saudável. Por isso, devemos adubar com frequência mínima de 60 dias, para evitar folhas amareladas ou sem força.

Agora vamos aos sinais de plantas com problemas:

Semente que não germina:
Devemos sempre semear conforme as instruções de cada espécie. Profundidade, espaçamento, época de plantio e luz do ambiente são os principais fatores para o sucesso no cultivo via sementes. Além disso, importante atentar sobre a validade das sementes. Todo lote de sementes possui um prazo de validade impresso no rótulo. Quando semeamos após este período, o percentual de germinação e vigor das sementes será menor do que o esperado. 

Folhas amareladas:
Sinal de excesso de água (planta fica com estresse hídrico e entra em colapso metabólico, amarelando as folhas de toda a planta).
Sinal de deficiência de nitrogênio (quando as folhas mais baixas ficam amareladas, é sinal que está faltando nitrogênio na terra). O N é móvel na planta e é drenado para as folhas novas.

Planta que perde as folhas:
Quando a planta começa a perder folhas sem motivo aparente, precisamos investigar o que pode estar cacontecendo. Pode ser que o vaso esteja pequeno, que haja erro no manejo da água ou mesmo que a planta esteja no local errado, recebendo menos luz do que deveria.
A abcisão foliar, ou perda das folhas é comum em espécies caducifólias, durante o frio do outono e inverno, onde a planta se prepara para rebrotar e iniciar novo ciclo na primavera.

Planta com insetos ou doenças:
Toda planta mal nutrida fica mais sucetível ao ataque de patógenos, ou seja, as pragas de plantas. Pode ser um inseto, uma doença, um parasita.
Faça o monitoramento nas suas plantas, pelo menos uma vez a cada 30 dias, e busque observar atentamente folha por folha, buscando possíveis problemas.

O quanto antes idenficamos o problema, melhor as chances de recuperar a planta. E não esqueça:

"TODA MUDA MUDA TUDO"

 Post escrito por Vânia Chassot Angeli, Engenheira Agrônoma RAIZ

CREA RS242743

Ofertas Especiais

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.